Atualização da Mia: Anfitriões de Kylie Jenner continuam a jornada da Fissura Labiopalatina.

Smile Train

Em 2017, Kylie Jenner, a embaixadora da Smile Train, e sua mãe Kris visitaram nossos parceiros e pacientes em Lima, Peru – incluindo o encontro com Mia, nossa paciente recente, e sua mãe Luz, na casa delas. Recentemente, nós conversamos com a família e Luz compartilhou sua história.

Nós descobrimos que Mia teria uma fissura labiopalatina um mês antes de nascer. Foi doloroso ouvir essa notícia, claro que foi, mas antes que eu pudesse derramar uma lágrima meu médico me disse, “Fique calma, pois há uma cirurgia que ela pode fazer que irá curá-la enquanto ela ainda é um bebê.”

Foi gentil da parte dele dizer isso, mas eu não conseguia ficar calma. Onde meu bebê poderia fazer essa cirurgia? Mesmo se eu encontrasse um lugar, minha família mal consegue pagar as contas, como pagaríamos por isso? O médico não falou nada sobre isso. Embora uma boa parte de mim quisesse chorar e desabar em um pilha de preocupação, eu tinha que ser forte para conseguir procurar ajuda para minha filhinha. Eu comecei a fazer perguntas, procurar por respostas e, felizmente, não demorou muito até que um parente do meu cunhado me disse que havia um lugar em Lima, Mision Caritas Felices (MCF), onde ela poderia receber os cuidados necessários, totalmente gratuitos, graças a uma organização chamada Smile Train. Eu não sabia como isso funcionaria, e parecia bom demais para ser verdade, mas eu tinha que tentar a sorte pelo meu bebê. Eu entrei em contanto com eles pelo Facebook e eles me responderam imediatamente, marcando um horário para eu levar Mia para uma avaliação assim que saíssemos do hospital e voltássemos para casa.

Luz holds Mia just before her surgery

Quando Mia nasceu e eu vi sua fissura labiopalatina, eu senti aquele pânico novamente. Mas dessa vez, pelo menos, eu sabia que não estava sozinha e isso me deu força. Eu ainda não sabia o que esperar quando fizemos nossa primeira visita juntas à MCF, mas assim que passamos pela porta, toda a equipe nos cumprimentou como se fossemos parte da família e me deu materiais sobre a melhor forma de alimentar meu bebê. Foi aí que me permiti acreditar que as pessoas realmente podem ser gentis com estranhos, que isso não era bom demais para ser verdade. E essa sensação melhorou quando fomos levadas à sala de exames e o médico me deu a melhor notícia que já recebi: Mia atendeu a todos os requisitos de saúde para receber, gratuitamente, a cirurgia de fissura labiopalatina quando fizesse seis meses, um dos primeiros momentos possíveis. Ele marcou a cirurgia ali mesmo.

Embora tenha aprendido que muitos bebês com fissuras labiopalatinas têm dificuldade para comer e ganhar peso, Mia, felizmente, continuou comendo bem e se manteve saudável, pois apenas seu lábio tinha uma fissura, e não o palato.

Luz and Mia meet Kris and Kylie Jenner

Algumas semanas antes da cirurgia de Mia, Dianne Erquiago, diretora do programa da Smile Train na América do Sul, ligou para me dar a segunda maior surpresa da minha vida: Kylie e Kris Jenner estariam visitando a MCF no dia da cirurgia de Mia e queriam conhecê-la.

Bem, como eu poderia dizer não a isso?

Kris Jenner holds Mia alongside Kylie Jenner and Mia's Smile Train's partner surgeon

As mulheres foram gentis com meu bebê e realmente pareciam estar torcendo pelo sucesso dela. Eu senti que compartilhamos um verdadeiro momento de conexão quando elas voltaram conosco para casa depois que Mia teve alta, e isso foi algo que minha família nunca esquecerá.

Mia just after her free cleft surgery

Mia não teve complicações após a cirurgia. Ela comeu com um bom apetite e continuou crescendo forte e saudável. Hoje ela brinca bem com seus irmãos mais velhos e compartilha bem as coisas. Ela também aprende rápido e ama a escola. Quando a pandemia começou, ela se adaptou à escola virtual sem nenhuma dificuldade. E ela só tem quatro anos!

Luz with her son and two daughters, including Mia

Como uma mãe que conhece o pânico que vem ao saber que seu bebê tem uma fissura labiopalatina, eu incentivo as outras mães recebendo essas notícias a serem fortes e darem o melhor de si mesmas para seguir em frente. Fissuras labiopalatinas não são uma doença, elas podem ser superadas. E se você pedir ajuda, você vai encontrar, assim como minha família encontrou com a Smile Train. Acima de tudo, embora você se sinta impotente, você deve manter a calma e se concentrar em dar a sua filha o que ela precisa para seguir em frente e ser saudável.

Luz holding Mia and a picture of Mia with Kris and Kylie Jenner before her cleft surgery

Obrigada Smile Train.

Dê esperança, força e cura às crianças com fissuras labiopalatinas e suas famílias. Doe agora.

Receba as Novidades da Smile Train

Veja também...

Patient

Zulema and Jose achavam que já tinham tudo planejado. Eles haviam economizado e orçado o...

Patient

Zindia, 22, mora fora de Lima, no Peru, com seu filho de três anos, Joseyur, que nasceu...

Staff

Iván Vélez é o Gerente de Programa da Smile Train para a América do Sul desde outubro...